by Ajahn Nyanadhammo 2017 Portugese - Portugues

Introdução

Nesta palestra, vou concentrar-me nos aspetos essenciais da meditação a andar abordando as questões ‘Como?’, ‘Quando?’, ‘Onde?’ e ‘Porquê?’. Pretendo incluir instruções práticas sobre os aspetos técnicos da meditação a andar e instruções para cultivar qualidades mentais que levam à concentração, introspeção e sabedoria através da atividade física da meditação a andar.

O Buddha enfatizou o desenvolvimento da plena atenção nas quatro principais posturas: de pé, sentado, deitado e a andar (DN22, MN10). Encorajou-nos a estarmos atentos em todas estas posturas, para termos plena consciência e reconhecimento daquilo que estamos a fazer em qualquer posição.

Se lerem acerca da vida dos monges e monjas no tempo de Buddha, perceberão que muitos alcançaram certos estágios de iluminação enquanto praticavam meditação a andar. Meditação a andar chama-se caṅkama em Pāḷi. É uma atividade que permite focar e concentrar a mente ou desenvolver conhecimento e sabedoria introspetiva.

Algumas pessoas sentem-se naturalmente mais atraídas pela meditação a andar, por a considerarem mais fácil e natural do que a meditação sentada. Quando se sentam, sentem-se aborrecidas, tensas ou distraem-se facilmente. As suas mentes não se acalmam. Se este é o vosso caso, não persistam; façam alguma coisa[…]

Excerpt From: Ajahn Nyanadhammo. “Meditação a andar.”